Adaildo anuncia que fiscalizará futuro governo Jarques

105

O atual presidente da câmara municipal de São Bento, Adaildo Dantas (PSB) comentou como será sua postura no poder legislativo a partir do ano que vem, quando ele começa seu segundo mandato e o município terá outro prefeito, que ele anunciou fiscalização forte pra cima deste.

“Eu vou fiscalizar mais, sou oposição, fui eleito assim, mas com isso eu posso ajudar o prefeito. Jarques diz que quer uma São Bento melhor e todos queremos dessa maneira. Não quero perseguição, mas é preciso que os vereadores façam nossa cidade avançar, Domilson sempre fiscalizou e cobrou né? Vou fazer isso daqui pra frente, eu penso no bem”; destacou.

Adaildo falou sobre isso na última sessão da câmara, quando debateu-se muito a Lei Orçamentária do município para 2017. Vereadores declararam em sua maioria que pretendem aprovar 50% dos R$ 81 milhões previstos como suplementação, como é tradicionalmente praticado.

Suplementação, esse nome que tem dado calafrio em gente em Catolé do Rocha, cidade vizinha que acabou citada pelo vereador Josué Júnior (PSB) por exemplo, chegou a falar do atual imbróglio na terra do Agon; “Em Catolé tem o dinheiro e faltou suplementação, tão vendo o poder do legislativo, Lá toda segunda é muído, os vereadores tentam barganhar o prefeito, mas nada se resolve”; alertou.

O próprio Josué, Jairo Monteiro (PSB), Juliano Lúcio (PP) e Domilson Araújo (PMDB) deram a entender que apoiam uma suplementação e bom valor.

maissaobento com Clinton Medeiros

Essa matéria já foi vista 3698