Cássio diz que pode não ser candidato para ‘unir’ oposição e vencer em 2018 Zé Maranhão pode ser a bola da vez

148

“Se for preciso deixar de disputar momentaneamente a eleição estou disposto a fazê-lo sem nenhum problema”. Foi assim que o senador Cássio Cunha Lima (PSDB) discursou, nesse sábado (11), em João Pessoa, durante o Congresso Estadual do PSDB na Paraíba, que contou com nomes de diversos partidos da oposição ao governo de Ricardo Coutinho (PSB).

Leia mais notícias de Política no Portal Correio

Além de Cássio, o Congresso contou com a presença do prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues; do prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD); do vice-prefeito da Capital, Manoel Junior (PMDB); e do senador José Maranhão (PMDB), além de outras lideranças.

Durante o discurso, Cássio afirmou que a unidade das oposições é fundamental para uma vitória contra Ricardo Coutinho em 2018.

“Se for preciso deixar de disputar momentaneamente a eleição estou disposto a fazê-lo sem nenhum problema. Já tenho 30 anos de mandato, posso retomar o mandato mais adiante. Esta unidade é que será fundamental para que as convergências aqui destacadas possam resultar na vitória que nós queremos para a eleição do próximo ano”, afirmou o senador.

Em entrevistas após o evento, o prefeito de João Pessoa voltou a falar em candidatura ao governo do Estado e disse querer um nome de Campina Grande para vice. Já o senador José Maranhão reafirmou intenção de ser candidato ao governo pelo PMDB, mas falou que a união das oposições é uma peça fundamental para a eleição em 2018.

ESSA MATÉRIA JÁ FOI VISTA 298