Deputados paraibanos são investigados por recebimento de doações feitas por desempregados

62

O Ministério Público Federal (MPF) instaurou diversos Procedimentos Preparatórios Eleitorais para apurar possíveis irregularidades em doações de campanha para candidatos a deputado estadual e deputado federal nas eleições deste ano. As portarias são assinadas pelos procuradores Rodolfo Alves e Sérgio Rodrigo Pimentel.

Entre os políticos alvos da ação estão os deputados estaduais Anísio Maia (PT), Lindolfo Pires (Podemos), Trocolli Júnior (Podemos) e Aníbal Marcolino (Avante), além da vereadora de João Pessoa e ex-candidata a deputada federal Sandra Marrocos (PSB) e do ex-candidato a deputado estadual Diretor Silva Neto (PRTB). De acordo com as portarias, os políticos teriam recebido doações de campanha através de pessoas que estariam desempregadas.

O MPF aponta ainda que no caso do candidato deputado estadual Luiz Antônio Noberto de Souza, doadores de sua campanha estavam inscritos em programas sociais do governo, indicando falta de capacidade econômica para doar recursos para campanha.

A partir de agora, os procuradores determinam que as ações sejam encaminhadas à Procuradoria-Geral Eleitoral, para que sejam realizadas diligências. Para as ações, o MPF levou em conta o Sistema de Investigação de Contas Eleitorais.

BLOG DO ANDERSON SOARES

ESSA MATÉRIA JÁ FOI VISTA 316