Energia ficará 14,55% mais cara a partir de segunda

190

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira, 22, em Brasília, a Revisão Tarifária Periódica da Energisa Paraíba (EPB) que valerá a partir de 28 de agosto de 2017.

O efeito médio a ser percebido pelo consumidor é de 14,55%, sendo que os clientes da Baixa Tensão (residencial e comercial) terão correção de 13,94% e os da Alta Tensão 16,38%.

Os principais motivos para a correção da tarifa neste 4º ciclo da Revisão Periódica da Energisa Paraíba são a aquisição de energia e o pagamento de indenizações às transmissoras como determinado pelo governo federal. Os dois itens compõem a PARCELA A, que são os custos não gerenciáveis pela distribuidora, e correspondem a 10,3%, ou seja 70% do índice autorizado pela Aneel.

A tarifa final do consumidor da Energisa Paraíba contém 39,02% de encargos e impostos.

A Energisa Paraíba é responsável pela distribuição de energia a 216 municípios do estado, totalizando 1,39 milhão de unidades. Em 2017, a empresa foi considerada a melhor empresa de distribuidora de energia do Brasil pela Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica (Abradee). A pesquisa apura também a satisfação dos mais de 4 milhões de paraibanos sobre o serviço prestado e, na opinião de 83,8% de seus clientes, a empresa presta um excelente serviço de distribuição de energia (Índice Satisfação da Qualidade Percebida – ISQP).

MaisPB

ESSA MATÉRIA JÁ FOI VISTA 465