Duas categorias de servidores públicos da cidade de São Bento, tiveram aumento salarial aprovado na Câmara Municipal na noite dessa quarta-feira, 15 de maio. Agentes de Saúde e Professores foram os beneficiados, e apesar da noite ter sido tranquila, os debates anteriores de outros dias não foi tão fácil.

Nos ACSs o projeto do aumento havia sido vetado pelo prefeito Jarques Lúcio (DEM), mas na noite dessa quarta chegou um ofício do mesmo no legislativo informando o recuo da decisão, ou seja, o projeto com o aumento ficou válido conforme tinha sido aprovado anteriormente.

Já os professores, que pediam o aumento remuneratório de 10%, acabaram tendo mesmo a majoração conforme veio o projeto da PMSB, como 4,17. O projeto dos prêmios que trata de 14º e 15º salários, ainda não foi colocado em pauta.

A sessão durou cerca de três horas e meia, teve reunião demorada entre os parlamentares e agentes de saúde antes da sessão começar e não faltou nenhum vereador.

Entre os discursos, Adaildo Dantas (PSB) reclamou de buracos nas estradas e ruas da cidade. Já Fabrício Beserra (PP) voltou a cobrar reposição de lâmpadas na comunidade do Riachão. Rogaciano Araújo (PSB) cobrou do prefeito respeito aos vereadores. Alex Dantas (PSB) pediu diálogo com o prefeito e está pronto para se reunir com ele e por fim, Artur Araújo (DEM) defendeu que a Câmara não anda pro lado errado nos debates, e lembrou que o prefeito está fazendo as atitudes que são certas a ele, trabalhando na Prefeitura e em serviços pra São Bento.

Fotos Zequinha fotografias

Mais São Bento com Clinton Medeiros

Essa matéria já foi vista 734

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here