Livânia Farias é a segunda integrante do Governo da Paraíba a ser presa na Operação Calvário

200

A secretária de Administração do Governo do Estado da Paraíba, Livânia Farias, foi presa no final da tarde deste sábado ao desembarcar em João Pessoa. As investigações da Operação Calvário chegaram a informações de que Livânia recebia propina da Cruz Vermelha Brasileira, Organização Social que recebeu mais de R$ 1 bilhão para administrar o Hospital de Emergência e Trauma da Capital.

Livânia Farias é a segunda integrante do Governo do Estado da Paraíba a ser presa na Operação Calvário, que investiga uma organização criminosa que desviou recursos da saúde, através de contrato com a Cruz Vermelha Brasileira. O primeiro a ser preso foi o ex-assessor de Livânia, Leandro Nunes de Azevedo, que revelou em depoimento de mais de 12 horas, eventos, nomes de envolvidos e metodologia adotada para usar propina até para financiar campanhas políticas.

Marcelo José

Essa matéria já foi vista 285