Paciente com Câncer denuncia prefeito de São Bento por cortar alimentação da casa de apoio em João Pessoa

217
Os pacientes da casa de saúde de São Bento,  que são atendidas pelo hospital Lauriano em João Pessoa, fizeram uma denúncia ao portal, onde relataram que foram levados botijões de gás da casa de apoio, bem como, a falta de alimento, onde estão passando necessidades. A situação é realmente crítica, com a falta de alimentação e material de limpeza.

O jornalista Fernando Antônio conversou com o paciente Michel, um dos moradores da casa, onde disse que isso é realmente verdade. “É verdade, está acontecendo tudo isso mesmo. Está faltando a comida, em primeiro lugar, estamos vivendo de doações, e é assim, o prefeito cortou a feira, cortou os produtos de limpeza.” Disse. Michel afirma que foi o prefeito e disse que tem como provar, pois o prefeito em uma mensagem no Whatsapp disse que não ia fazer mais gastos, por que quem ia pagar depois as contas? E disse que não ia fornecer mais nada para a casa de apoio.

 

Michel também falou sobre os alternativos. “O carro que trazia o pessoal doente do alto sertão, vinha três vezes por semana, mas agora geralmente dizem que o ônibus quebrou, e não estão vindo nenhuma vez mais. O povo está tendo que pagar a passagem.” Disse Michel.

O repórter Fernando Antônio mostrou as doações que foram feitas para a casa de saúde e fez um pedido ao prefeito de São Bento, Gemilton Souza, para que reveja isso que está acontecendo e ajude. E pede também a população de São Bento para que ajude.

 

Para ajudar o endereço é: Av. Capitão José Pessoa, a casa de apoio de São Bento fica em frente ao hospital Lauriano. Michel diz que qualquer coisa pode entrar em contato com ele pelo número (83) 999059107.

Outro Lado:

Por telefone a secretária do município entrou em contato com Fernando Antônio e disse: “Foi o prefeito que pediu pra eu ligar pra você e dizer que já está tudo resolvido, e inclusive ele ligou para a administradora da casa de saúde, e disse que o que ela precisar comprar, ela pode comprar que ele manda, e que até o final do ano ele vai manter a casa. Aliás, com relação a aluguel, água e luz, está tudo em ordem e o restante das coisas ele disse que vai manter.” Disse a secretária.

Fonte: SertaoDaParaiba

Essa matéria já foi vista 3125