Polícia Identifica os assassinos da adolescente de 12 anos, que foi morta por represália da morte do menino Anthony Caleb

1222

A Delegacia de Homicídios de Mossoró disse, na tarde desta segunda-feira (12), que suspeitos de envolvimento na morte de Geane Melo Nogueira, de 12 anos, que foi raptada de dentro de casa e encontrada morta com o corpo carbonizado, foram identificados.

Ainda sem expor a principal linha de investigação, o delegado Rafael Arraes informou que equipes da Polícia Civil estão trabalhando para tentar localizar e prender os suspeitos.

De acordo com a polícia, seis suspeitos de participação no crime foram identificados. “São três adolescentes e três de maiores, entre eles uma mulher”, disse. Os três adultos, que estão foragidos, foram identificados como: Fábio David da Silva Aquino, de 18 anos, Maria Luíza de Moura Diógenes, de 27 anos, e Thailson Vinicius da Silva, de 18 anos.

Quem tiver informações sobre os suspeitos pode ligar para 3321-5172 ou no disque-denúncia pelo 181, não precisa se identificar.

O crime

O crime que chocou a população aconteceu no dia 4 de novembro, em Mossoró. O corpo que pode ser da adolescente foi encontrado carbonizado na manhã da última terça-feira (6).

Geane de Melo foi retirada dos braços da avó na noite de último domingo (4), por homens fortemente armados. O pai relatou ao MossoróNotícias que a adolescente morava em Macaíba, e teria vindo a Mossoró passar o final de semana.

Segundo a polícia, o assassinato da menina é tratado como represália pela morte do menino Anthony Calleb Bezerra da Silva, de 1 ano e meio, já que ela é irmã dos criminosos que foram presos e confessaram o crime. De acordo com a dupla, o alvo era o pai do menino.

Catolé em Foco com Mossoró Notícias

Essa matéria já foi vista 449