Suspeito de homicídio é preso em CG

199

Polícia Civil da Paraíba, por meio da Delegacia de Repressão a Entorpecentes de Campina Grande, efetuou, na tarde desta quinta-feira (4), a prisão de José Bruno Andrade, 21 anos, considerado um dos mais perigosos homicidas da cidade, com forte atuação no tráfico de drogas e crimes violentos, principalmente na zona leste campinense.


De acordo com o delegado Ramirez São Pedro, com o suspeito foi encontrada uma pistola calibre .40 municiada e um revólver calibre 38, também com munições, armas que possivelmente foram usadas nos crimes contra a vida. Há em desfavor do suspeito três mandados de prisão preventiva, expedidos por causa dos crimes como tráfico de drogas e homicídios.

Segundo a Polícia, havia informes na delegacia de que José Bruno e outros comparsas estavam planejando resgatar Naudivânio Ferreira da Silva, que seria primo dele e foi preso quarta-feira (3) à noite pela Polícia Militar, em Campina Grande. As informações dão conta de que Naudivânio já havia sido resgatado em Pernambuco, quando preso naquele Estado e se deslocava para tratamento médico. Ele também é suspeito de ter praticado um homicídio no município de Pitimbu. 

Ainda de acordo com a Polícia, no mês de março deste ano, a Repressão a Entorpecentes já havia prendido a nacional Erica Virginia Andrade da Costa, irmã de José Bruno, com drogas ilícitas e objetos furtados e roubados, oportunidade em que ele conseguiu se evadir do local, evitando assim a sua prisão.

O preso será levado para audiência de custódia, em seguida encaminhado para uma unidade prisional de Campina Grande, onde deverá aguardar decisão judicial. Ele foi autuado em flagrante por porte ilegal de arma de uso permitido e uso restrito de arma, além de receptação de produtos roubados.


Secom