Homem acusado de estelionato é preso pelo GTE de Cajazeiras vendendo massageador usando nome do SUS e do Dr. Drauzio Varella; veja

217

Após praticar diversos golpes nas cidades de Cajazeiras, Sousa e São João do Rio do Peixe, agentes do GTE de Cajazeiras conseguiram efetuar a prisão de um representante de uma empresa do estado de Minas Gerais identificado como Max David de Melo.

 

Segundo informações, o acusado usava o nome do (SUS) Sistema Único de Saúde, que segundo as vítimas a metade do custo do aparelho infravermelho massageador seria pago pelo sistema SUS, além de usar o nome do Dr. Drauzio Varella médico famoso no país como se fosse um produto de sua marca.

 

 

O que chamou a atenção do delegado Dr. Filho e dos policiais, era o enorme valor cobrado pelo produto, que custava 1.800 reais. O caso só foi descoberto pela polícia quando uma vítima tentou desfazer-se da compra quando o representante se negou a desfazer a negociação.

 

Diante da denúncia, foi realizado um trabalho de investigação que resultou na prisão de Max David de Melo, apontado como o chefe do grupo e das vendas que passava orientações para os vendedores, na qual também foram conduzidos com material apreendido à Delegacia de Polícia Civil para ser realizado os procedimentos cabíveis ao caso.

 

Da Redação

 Essa matéria já foi vista 543