Universitários foram alvos da Polícia Federal na Paraíba

140

Três pessoas, entre elas dois universitários, foram alvos da Operação Adinamia na Paraíba, deflagrada na manhã desta quarta-feira (08), que investiga uma organização criminosa suspeita de fraudar concursos públicos e o Enem.

Em contato com o Portal MaisPB, a delegada da Polícia Federal, seccional Juazeiro do Norte-CE, Yolanda Leite, afirmou que dentre os alvos em Cajazeiras e São José de Piranhas, um tinha participação direta no grupo e os outros eram recrutados para prestar os exames.

“Na Paraíba, nós cumprimos mandados de busca e apreensão e um de condução coercitiva. De acordo com as investigações, duas pessoas seriam possíveis candidatos fraudadores e uma pessoa faz parte da organização”, disse.

Segundo a delegada, os dois estudantes não eram paraibanos e estavam morando no estado para cursar universidade. O outro alvo também não era natural da Paraíba e estava morando aqui, mas trabalhava no Ceará.

Dentre os bens apreendidos, estão alguns equipamentos eletrônicos que eram usados nas fraudes, inclusive para comunicação.

Relação com a Operação Gabarito 

A Polícia Civil da Paraíba, por meio de Delegacia de Defraudações e Falsificações, está, desde maio, investigando uma quadrilha fraudadora de concursos. No entanto, a ação da Polícia Federal não está vinculada trabalho da polícia paraibana. Porém, já existe a confirmação de que são quadrilhas diferentes que atuavam com o mesmo intuito.

Novas fases

Apesar de ter sido deflagrada apenas nesta quarta-feira (08), a Operação da Polícia Federal já vem investigando os suspeitos há mais de um ano. A partir de agora, as equipes irão seguir com a apuração.

Wallison Bezerra – MaisPB

ESSA MATÉRIA JÁ FOI VISTA 215