Jurandir da Prensa
Prisão

Policias desarticulam grupo que praticava homicídios no Sertão

Policias desarticulam grupo que praticava homicídios no Sertão

20/06/2020 06h32
Por: Mais São Bento
793

A Polícia Civil da Paraíba, em ação conjunta com a Polícia Militar, além do apoio de policiais civis e militares do Estado do Ceará, prendeu, na manhã desta sexta-feira (19), em Cajazeiras, quatro homens que faziam parte do grupo que atirou contra viaturas da Polícia em barreira montada na cidade de Cachoeira dos Índios, sertão da Paraíba, na semana passada. Com o grupo também foram apreendidas armas e drogas.

Outra operação policial aconteceu na região de Patos, entre as cidades de Taperoá e Livramento, onde foram presos mais quatro homens que seriam os responsáveis por homicídios nas cidades do Sertão. Com eles foram apreendidas drogas, uma pistola e armas de longo alcance.

Segundo o delegado Sylvio Rabelo, superintendente da 3ª SRPC (Superintendência Regional de Polícia Civil), a operação realizada em Cajazeiras é um desmembramento da ação que aconteceu na semana passada, quando bandidos conseguiram fugir após disparar contra viaturas da Polícia. Na ocasião, um dos integrantes do grupo foi preso em Ipaumirim, no Ceará.

“Depois de um trabalho minucioso de investigação conseguimos chegar aos suspeitos. Esse é um grupo muito perigoso e que tentou fugir de uma barricada policial. Eles adentraram à mata, mas passamos a monitorar e conseguimos desarticular o grupo”, destacou.

A operação em Cajazeiras contou com o apoio dos policiais do Ceará, tanto da Polícia Civil, quanto da Militar, e também da Polícia Miliar da Paraíba, com a participação de 60 policiais ao todo. Os trabalhos foram coordenados pelo delegado Sylvio Rabelo e pelo delegado seccional de Cajazeiras, Glauber Fontes.

Já na ação policial realizada na região de Patos, principalmente no município de Taperoá, foram empregados 80 policiais, inclusive com uma equipe vinda de Campina Grande. A coordenação foi do delegado Sylvio Rabelo e do delegado Victor Santos, de Taperoá, que responde pela Delegacia de Roubos e Furtos no Sertão.

“Nesse caso da região de Patos é importante dar destaque à prisão de um grupo criminoso que vinha praticando vários homicídios em Taperoá e por todo o Sertão. As investigações começaram com a troca de informações entre a Delegacia de Roubos e Furtos de Patos e de Campina Grande. Estamos desarticulando o tráfico de drogas e um grupo responsável por homicídios pelo Sertão do Estado”, finalizou o delegado Sylvio Rabelo.

A população pode colaborar com a Polícia Civil fazendo qualquer tipo de denúncia pelo Disque-Denúncia 197. A ligação é gratuita e a identidade da pessoa denunciante será mantida sob sigilo.

Catole em foco 

Essa matéria já foi vista 523

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.