Segunda, 30 de Novembro de 2020
00 00000-0000
São Bento São Bento PB

A PESQUISA VALE: Justiça confirma legalidade de consulta que colocou Jarques em primeiro lugar nas intenções de voto – ENTENDA

A PESQUISA VALE: Justiça confirma legalidade de consulta que colocou Jarques em primeiro lugar nas intenções de voto – ENTENDA

12/11/2020 16h17 Atualizada há 3 semanas
1.157
Por: Mais São Bento
A PESQUISA VALE: Justiça confirma legalidade de consulta que colocou Jarques em primeiro lugar nas intenções de voto – ENTENDA

O juiz José Normando Fernandes, da 69ª Zona Eleitoral, confirmou a legalidade da pesquisa IPS/Fonte83 para prefeito de São Bento divulgada no último domingo (8). A consulta havia sido suspensa pelo juiz Artur Monteiro Lins Fialho após a publicação dos dados.

Contudo, o magistrado José Normando Fernandes constatou a total legalidade da pesquisa registrada pela Empresa Roque Tenorio/Resenha+, sob o nº PB-09150/2020 no Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB).

“No que tange às ligações políticas do contratante da pesquisa eleitoral, entendo, numa análise objetiva, que respeitados os critérios legais e provada a ausência de fraude e manipulação dos dados, essas questões tornam-se acessórias, tendo em vista que deve prevalecer o caráter técnico e o rigor científico da pesquisa eleitoral”, diz a decisão judicial.

O magistrado conclui que “atendendo aos princípios da proporcionalidade e razoabilidade, entendo que a divulgação da pesquisa impugnada somente poderá ocorrer, sem prejudicar a correta compreensão do eleitor, caso sejam incluídos esclarecimentos quanto ao aspecto de faixa etária, especificamente o motivo e o padrão estatístico adotado para a composição das faixas de idade utilizadas na amostra, bem como apresentação, de forma clara, da assinatura com certificado digital do estatístico responsável”.

A citada pesquisa deu uma margem de quase 25 pontos de intenção de voto para o atual prefeito, Jarques Lúcio.

Espressopb 

Essa matéria já foi vista 977

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.