Quarta, 03 de Março de 2021
00 00000-0000
Polícia Prisão

Polícia prende acusado de latrocínio; o mesmo é condenado a 22 anos de cadeia

Polícia prende acusado de latrocínio; o mesmo é condenado a 22 anos de cadeia

21/01/2021 18h16
590
Por: Mais São Bento
Polícia prende acusado de latrocínio; o mesmo é condenado a 22 anos de cadeia

Condenado pela justiça a uma pena de 22 anos de cadeia, o jovem Francisco das Chagas Macário Alves, de 23 anos de idade, foi preso nesta quinta-feira (21) pela Polícia Civil. Ele é o responsável por um latrocínio (roubo seguido de morte) ocorrido na cidade de Sousa, Sertão paraibano.

A prisão foi realizada por agentes de investigação do Grupo Tático Especial (GTE) da Delegacia Seccional de Sousa. Segundo informações do delegado Glauber Fontes, a justiça decretou a prisão após investigações da Polícia Civil apontarem a participação do preso no delito.

Garrote”, como é conhecido o suspeito, estava escondido no distrito de Cachoeira dos Alves, zona rural de Vierópolis, município localizado na região de Sousa.

“A prisão ocorreu por volta das 6 horas da manhã e é mais uma ação da Polícia Civil no combate a criminalidade. Após o cumprimento do mandado e providências necessárias, o preso foi encaminhado para a Colônia Penal Agrícola do Sertão e se encontra a disposição da justiça”, declarou o delegado.

O crime aconteceu no dia 25 de junho de 2016 e a vitima foi identificada como Gerôncio Alves de Santana, conhecido também como “Jonhson” que tinha 42 anos.

Segundo a Polícia, o latrocínio foi praticado na Rodovia José de Paiva Gadelha, saída de Sousa para Uiraúna, onde a vítima seguia em uma moto e a principio tinha se envolvido em um acidente automobilístico com outra moto.

Durante as investigações ficou constatado que Gerôncio tinha sofrido o acidente após receber disparos de arma de fogo e possivelmente estava tentando fugir quando colidiu contra outra moto que seguia em sentido oposto.

A investigação também evidenciou que ele faleceu no local e outras três pessoas ficaram feridas.

Três suspeitos foram condenados por envolvimento no delito.

Fonte: Blog do Levi

Essa matéria já foi vista 534

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.