Segunda, 10 de Maio de 2021
00 00000-0000
São Bento São Bento PB

MP recomenda que veículos pesados desviem da ponte durante obra, em São Bento

MP recomenda que veículos pesados desviem da ponte durante obra, em São Bento

30/04/2021 06h02
677
Por: Mais São Bento
MP recomenda que veículos pesados desviem da ponte durante obra, em São Bento

O Ministério Público da Paraíba recomendou ao Município de São Bento, Companhia de Policiamento de Trânsito (CPTran), e ao responsável legal da Construtora Gurgel Soares, engenheiro encarregado da obra de reforma da Ponte do Rio Piranhas, que promovam de imediato o desvio dos transportes de cargas, caminhão, ônibus, carretas, caminhão baú e demais veículos pesados, se necessário. O desvio deve ser mantido enquanto a obra não for concluída. A recomendação foi expedida pelo promotor de Justiça Osvaldo Lopes durante audiência realizada nesta semana com representantes dos órgãos.

O promotor Osvaldo Lopes ressaltou que o município de São Bento apresenta condição geográfica que requer uma atenção e readequação do trânsito, haja vista que a avenida de entrada principal da cidade encontra-se com reforma na ponte do Rio Piranhas, o que está ocasionando diversos acidentes. Após a reforma, já ocorreram dois acidentes graves. Por isso, a Promotoria de Justiça instaurou um inquérito civil público e designou a audiência na qual foi expedida a recomendação.

Foi recomendado ainda que, no exercício do poder de polícia administrativa de segurança no trânsito, promova a fiscalização, com sinalização do desvio e todas as medidas de segurança tanto para os pedestres como para os motoristas de veículos pesados, até que toda estrutura esteja implementada.

Na recomendação o promotor destaca que as ruas, as avenidas, os logradouros, os caminhos, as passagens, as estradas e as rodovias, e todas as vias públicas são consideradas vias terrestres para efeito do Código de Trânsito Brasileiro e seu uso deve ser regulamentado pelo órgão com circunscrição sobre elas, de acordo com as peculiaridades locais e as circunstâncias especiais, neste caso a Empresa Gurgel Engenharia, DER e prefeitura municipal.

Ainda conforme o promotor, a empresa responsável pela obra deve estipular avisos, com 60 e 30 metros de distância, mesmo em dias em que não haja trabalhadores no local. Na delimitação dessa área, devem ser utilizados barreiras, tapumes, cones, ou elementos luminosos e sinais de regulamentação, no período compreendido da obra. Os órgãos têm 48 pra informar o cumprimento das medidas recomendadas.

Informações com Assessoria

Essa matéria já foi vista 453

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.